23 de abr de 2012

Alguém chora


Alguém chora pela alma que se foi...

Chora por quem não mais....

não mais levantará a poeira da estrada.
Não mais causará sensações danadas
não mais terá...

Alguém chora o silêncio da voz.
As gotículas da solidão atroz.
O som ensurdecedor do tempo
o  pobre latido do momento
que não mais...

Alguém chora por não ter vivido mais,
cada sentimento de paz,
cada fração de nós,
cada vil segundo,
cada fio vagabundo
do não estais sós...

Alguém chora o esperma perdido,
os tempos pervertidos,
do gemer lânguido,
do amante feroz...

Alguém chora a cada segundo
por crê na eternidade do mundo.

Nenhum comentário: