21 de jun de 2012

Rua Augusta - Ronnie Cord

Rua Augusta Ronnie Cord  Entrei na rua Augusta, A cento e vinte por hora, Botei a turma toda, Do passeio prá fora. Fiz curva em duas rodas, Sem usar a busina, Parei a quatro dedos da vetrine, Legal...  Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo. Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo.  Meu carro nao tem breque, Não tem luz, Não tem busina. Tem tres carburadores, Todos tres envenenados. Só para na subida, Quando acaba a gasolina, Só passa se tiver sinal fechado.  Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo. Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo.  Toquei a centro e trinta, Com destino a cidade. No Anhangabau botei mais velocidade, Com tres pneus carecas, Derapando na raia, Subi a galeria Prestes Maia Tremendão...  Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo. Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo. Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo. Ai ai Johnny, ai ai Alfredo, Quem é da nossa gangue, Não tem medo
Rua Augusta - Ronnie Cord


Rua Augusta
Ronnie Cord


Entrei na rua Augusta,
A cento e vinte por hora,
Botei a turma toda,
Do passeio prá fora.
Fiz curva em duas rodas,
Sem usar a busina,
Parei a quatro dedos da vetrine,
Legal...

Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo.
Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo.

Meu carro nao tem breque,
Não tem luz,
Não tem busina.
Tem tres carburadores,
Todos tres envenenados.
Só para na subida,
Quando acaba a gasolina,
Só passa se tiver sinal fechado.

Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo.
Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo.

Toquei a centro e trinta,
Com destino a cidade.
No Anhangabau botei mais velocidade,
Com tres pneus carecas,
Derapando na raia,
Subi a galeria Prestes Maia
Tremendão...

Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo.
Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo.
Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo.
Ai ai Johnny, ai ai Alfredo,
Quem é da nossa gangue,
Não tem medo

Nenhum comentário: